sábado, 2 de janeiro de 2010

Simplesmente sonho-te


















Sonho-te neste meu corpo perdido
nas flores que florescem no eco dos ventos
nas cordas vibrantes que lentamente
fazem gemer o fado proscrito

Sonho-te no amanhecer gotejante e cinzento
que cobre a doce alvura do sol nascente
da primavera que ainda não se advinha
na distancia invernal da lua crescente

Sonho-te na inquietude da noite fria
onde os lençóis cobrem o calor agitado
da delirante fantasia do corpo adormecido
onde a plenitude do brilho do meu olhar
perde-se no infinito poderoso
de te sentir pertinho de mim
num tempo afim

Sonho-te simplesmente
na certeza de te querer sonhar

4 comentários:

NASCI DE NOVO disse...

AMO SEUS POEMAS ÉS UMA BENÇÃO!

NASCI DE NOVO disse...

EU SOU FÃ DOS SEUS POEMAS ELES ALEGRAM MINHA ALMA UM ABRAÇO E FELIZZZZZZ ANO NOVOOOOOOOO

Fê-blue bird disse...

Também acredito no poder dos sonhos...se não fossem eles...
Bons sonhos para 2010 é o que lhe desejo e continue a me deliciar com o seu blogue.

REGGINA MOON disse...

Liliana,

Simplesmente maravilhosos os seus poemas!!Sempre uma grata surpresa me deparar com tão lindos versos...

Parabéns!!!

Vou levar um deles comigo e postar em um de meus Blogs, se me permite...são divinos!

Bjs e ótima semana!

Reggina Moon

www.versoeprosapoemas.blogspot.com

www.versidamori.blogspot.com